reintegracao-de-posse

Foto: Peter Leone/Futura Press

Nesta terça-feira, 17 de janeiro, a tropa de choque da Polícia Militar atacou as famílias que ocupavam um terreno na Rua André de Almeida, em São Mateus, Zona Leste de São Paulo. A Ocupação Colonial contava com cerca de 700 famílias em um terreno de 50 mil metros quadrados.

Logo no início da manhã, por volta das 7h, os moradores pediram para os oficiais de “justiça” aguardarem a análise do pedido do Ministério Público (MP) de suspensão da ação. Não obtendo sucesso, cerca de uma hora depois eles foram atacados pelos agentes de repressão com bombas e gás de pimenta. Os manifestantes não deixaram barato e responderam erguendo barricadas e lançando coquetéis molotov contra veículos policiais.

Ainda no início da tarde de hoje começou a demolição doa barracos, sendo concluída a primeira reintegração ordenada pela gerência municipal de João Doria/PSDB. Durante a ação policial, o dirigente do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, foi detido e levado para a 49ª DP, em São Mateus, por “descumprimento de decisão judicial” e “incitação ao crime”.

SP teto

Manifestantes lançam coquetéis molotov contra veículo blindado da tropa de choque da PM