MG: milhares tomam as ruas contra pacotaços de Temer em Belo Horizonte

professores-operarios-trabalhadores-do-correio-e-saude-1

Professores, operários e funcionários públicos marcham contra os perversos pacotes de Temer/PMDB. Fotos: Eduardo Magrão.

No dia 11 de novembro, milhares de pessoas realizaram em Belo Horizonte, vários atos antirreformas, propostas pelo ilegítimo, imoral e lesa-pátria Michel Temer/PMDB. O comitê de apoio ao AND de BH realizou a cobertura dos vigorosos protestos durante todo o dia. 

Pela manhã, os professores da rede municipal de ensino concentraram-se na praça Afonso Arinos e os professores estaduais na praça da Estação. Ambas as concentrações contaram com a presença de diversas categorias de trabalhadores, além dos jovens combatentes – estudantes em luta contra as reformas que estão ocupando várias escolas e campus de Universidades da região.

ler mais…

Protesto estudantil agita interior de Pernambuco

img_20161111_095845

Dezenas de estudantes tomaram parte na luta contra o gerenciamento reacionário de Temer.

Comitê de Apoio ao AND – Recife/PE

Uma importante manifestação puxada por estudantes agitou a cidade de São Lourenço da Mata, interior de Pernambuco. Iniciada na Praça do Canhão, a manifestação contou com cerca de 70 estudantes de várias escolas diferentes (entre elas: CODAI – UFRPE, Escola Municipal, EREM Conde Correia Araújo, EREM Conde Pereira e Leonor Porto).

Plenos de combatividade, a juventude combatente logo recolheu pneus e, não se intimidando com a presença da PM fascista, fecharam as vias. Já a direção oportunista e pelega da UNE/UJS debandou com a chegada da PM.

A manifestação combativa durou cerca de 3 horas e meia. A PM a todo tempo intentou intimidar e provocar, sem sucesso, a juventude combatente, que prosseguiu seu vitorioso protesto.

USA: indígenas são reprimidos

Com informações de Secours Rouge

Agentes da tropa de choque da sanguinária polícia ianque, sob chefia direta do genocida Obama, têm reprimido com aparato de guerra membros da tribo indígena Sioux Standing Rock e ambientalistas que protestam contra a construção de um gasoduto que passaria por baixo do território daquele povo.

Em 25 de outubro, a polícia usou gás lacrimogêneo, enquanto centenas de manifestantes protestavam contra a construção. Na ocasião, o saldo absurdo foi de 126 manifestantes presos, ademais da truculência policial aplicada contra os nativos. Em 27 de outubro e 2 de novembro, novos confrontos voltaram a ocorrer por ação da polícia, que mobilizou verdadeiro aparato de guerra, com reforços policiais de outros sete estados.

AM: Juventude se levanta contra ataques à educação

15046324_1427490063935334_1833470764_n-1

Juventude Combatente protesta contra ataques do gerenciamento Temer em Manaus/AM.

Comitê de Apoio ao AND – Manaus/AM

Em 11 de novembro pela manhã, centenas de estudantes e trabalhadores percorreram as ruas do centro da cidade de Manaus denunciando as medidas antipovo de Temer/PMDB/PSDB.

O Ato convocado inicialmente pelos professores da rede pública acabou por agregar diversas forças políticas, inclusive as centrais chapa-branca CUT e CTB, que agora viúvos do gerenciamento do velho Estado brasileiro, buscam de alguma maneira se refugiar no atual levante das massas em todo país.

ler mais…

RJ: milhares nas ruas contra ataques das quadrilhas de Pezão e Temer

11112016-img_7002

Bloco vermelho e combativo marcou presença na manifestação. Rio de Janeiro, 11 de novembro. Foto: Ellan Lustosa/AND

Redação de AND

No Rio de Janeiro, onde os servidores públicos estaduais estão em intensa mobilização contra as medidas antipovo do gerenciamento Luiz Fernando Pezão/PMDB, o ato foi um dos maiores do país e contou com mais de 10 mil pessoas.

15002410_759371047554376_7900105879696454282_o

Mais de 10 mil se levantam contra os draconianos ataques do gerenciamento Temer/PMDB.

Os manifestantes reuniram na Candelária e partiram em direção à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), no Centro. Organizações independentes como o Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR), a Rede Estudantil Classista e Combativa (RECC), entre outras, agitaram palavras de ordem e a favor da Greve Geral, contra a farsa eleitoral e conclamando a população para se rebelar contra os ataques do governo.

Na Alerj, a PM iniciou os ataques contra os manifestantes com agressões e, em seguida, atirando bombas de gás de efeito moral que feriram cinegrafistas e intoxicaram pessoas nos bares da região. O ataque foi prontamente respondido pela Juventude Combatente com pedras, paus e fogos de artifício. Barricadas em chamas foram erguidas pelas ruas do Centro. Um jornalista que fotografava o ato foi espancado por policiais.

ler mais…

SP: Juventude ergue barricadas contra ataques de Temer em Campinas

Jpeg

Juventude Combatente faz ações em Campinas/SP contra pacotes antipovo e anti-educação de Temer.

Comitê de Apoio ao AND – Campinas/SP

No dia 11/11, estudantes de Campinas bloquearam uma das principais rodovias da região, a Rodovia Santos Dumont, com uma barricada de pneus em chamas. Os secundaristas deram exemplo de combatividade nesta ação em repúdio à contrarreforma do Ensino Médio e aos pacotes antipovo do gerenciamento Temer.

Em outras regiões da cidade, estudantes secundaristas também trancaram as principais vias da cidade nas regiões de periferia. Ao todo, mais de 300 estudantes estiveram nessa manhã de sexta empreendendo ações combativas em repúdio à contrarreforma do Ensino Médio e à draconiana PEC 55 (antiga PEC 241). Tomaram parte destes vigorosos atos o Comando das Escolas Ocupadas e ativistas da Unidade Vermelha.

ler mais…

Marrocos: polícia mata brutalmente jovem

21-marrocos-alhucemas-la-ciudadania-acude-al-entierro-de-mohssine-fikri

Multidão marcha em protesto por morte do jovem Mohssine Fikri.

Com informações de dazibaorojo08.blogspot.com

Um brutal e cruel assassinato de um jovem vendedor ambulante identificado Mohssine Fikri, na cidade de Alhucemas (norte de Marrocos), desatou uma profunda indignação popular por todo país.

O assassinato macabro ocorreu enquanto Mohssine Fikri, 31 anos, vendia pescados em seu posto ambulante quando a polícia criminosa roubou sua mercadoria após o mesmo negar-se a pagar uma “cota” (suborno) cobrada pelos agentes da repressão para liberar a venda. Quando a repressão jogou a mercadoria na compactadora do caminhão para destruí-la, o jovem, desesperado, não teve dúvidas e se lançou para salvar sua mercadoria que, conforme sublinhou seu irmão, “era seu único meio de vida”. Nesse ato, o jovem foi trucidado pela máquina.

ler mais…

GO: Moclate repudia reintegração ilegal da UEG

moclate-novo


Reproduzimos nota recebida em nossa redação do Movimento Classista dos Trabalhadores em Educação (Moclate) – Goiás em repúdio à reintegração de posse ilegal da UEG – Campus Cora Carolina. 


O Movimento Classista dos Trabalhadores em Educação (MOCLATE) repudia a truculenta reintegração de posse ocorrida na madrugada do dia primeiro de novembro na UEG – Campus Cora Coralina, na Cidade de Goiás.

Estudantes e professores da Universidade Estadual de Goiás fizeram uma ocupação do Campus Cora Coralina na noite do dia primeiro de novembro. O objetivo da ocupação era se somar a onda de lutas em curso no país.

ler mais…

Norte de MG: juventude combatente ocupa reitoria do IFNMG

nortemg1

Estudantes ocupam reitoria.

Comitê de Apoio ao AND – Montes Claros/MG

No último dia 10 de novembro, dezenas de estudantes ocuparam a reitoria do IFNGM – Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, em Montes Claros. A combativa ação é o resultado de quase um mês de mobilizações contra a aprovação da PEC 55 (antiga PEC 241), Escola sem Partido, “reforma” do ensino médio, dentre outros ataques ao direito dos filhos do povo de estudar e aprender cometidos pelo gerenciamento vendilhão da pátria de Michel Temer (PMDB/PSDB/DEM, etc.) e sua quadrilha.

Desde outubro, vários campi da instituição são ocupados pela juventude combatente: Pirapora, Januária, Montes Claros, Salinas, Curvelo, Teófilo Otoni, Araçuaí, Porteirinha, Janaúba, Almenara e Arinos. Em vários locais, servidores e professores aderiram à greve e em todos é enorme o apoio da comunidade escolar aos bravos estudantes.

ler mais…

GO: repressão fascista em reintegração de posse

Apoiador de AND em Goiânia

go1

Escalada fascista: polícia federal intervém contra mobilização estudantil.

A escalada fascista e repressiva no Brasil e em Goiás aumenta a cada dia. Conforme havíamos informado ao AND, o aparelho repressivo agiu de maneira preventiva para impedir que as ocupações se alastrassem pelas escolas e universidades estaduais de Goiás, exemplificado pelas prisões dos estudantes e professores na ocupação do Campus Cora Coralina da Universidade Estadual de Goiás, na Cidade de Goiás. Porém, agora, as ocupações vivem uma ameaça muito maior, que é a da reintegração de posse, que já foi permitida pela Justiça Federal.

As ocupações de escolas e universidades estão cumprindo um importante papel de polarização e contraposição aos objetivos do imperialismo. O presidente Temer e o monopólio da comunicação pretendiam criar um consenso social sobre a necessidade da aprovação da PEC 55 (antiga PEC 241) com o fajuto argumento de que ela é essencial para a retomada do crescimento no país. As ocupações e manifestações se transformaram em uma grande dor de cabeça para o Estado, pois evidenciaram que existe um grande descontentamento e uma não aceitação das draconianas medidas de ajuste fiscal. O próprio presidente Temer teve que se posicionar sobre o assunto, mesmo que de maneira indireta, quando no último dia 08, em um seminário sobre infraestrutura em Brasília, criticou os manifestantes com a alegação de que esses desconhecem o texto da PEC e apelam para o uso da força física.

ler mais…

Página 50 de 85« Primeira...102030...4849505152...607080...Última »

Edição atual

Matérias Especiais de AND Sobre Pau D’Arco

50 anos do Levante Camponês de Naxalbari (Índia)

Assine

Edições Seara Vermelha