SP: Pichações em celebração aos 50 anos do Levantamento de Naxalbari


Recebemos em nossa Redação o registro fotográfico de pichações na cidade de Guarulhos, Região Metropolitana de São Paulo, em celebração aos 50 anos do Levantamento de Naxalbari, na Índia, e em apoio à Guerra Popular dirigida pelo Partido Comunista da Índia (Maoísta). Para mais informações sobre o Levantamento de Naxalbari, confira o artigo Um Trovão de Primavera sobre a Índia, publicado em AND nº 188.


ler mais…

PE: Estudantes e professores exigem a liberdade do professor Saibaba

  Com informações do Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR)

O MEPR organizou recentemente, na Universidade de Pernambuco em Petrolina, uma plenária para debater a situação do Movimento Estudantil naquela universidade na qual participaram estudantes e professores. Como parte da discussão, um ativista fez uma breve apresentação sobre os 50 anos do Levantamento de Naxalbari na Índia e a situação revolucionária que se desenvolve naquele país.

PR: Milhares rechaçam pacotaço de Greca/PMN em dia de votação

Foto: Rodrigo Félix Leal/Futura Press

Redação de AND

No dia 26/06, milhares de manifestantes se reuniram em torno do teatro Ópera de Arame, em Curitiba, para protestar contra os criminosos pacotaços de Rafael Greca/PMN.

Acuado e desmoralizado pelo vigoroso protesto e mobilização populares, o gerenciamento Greca utilizou a Ópera de Arame – ponto turístico que consiste em um teatro cercado por um lago artificial, localizado há 7 km do centro da capital – como local de votação de seus ataques contra o povo. Isso após a justa invasão e ocupação do prédio da Câmara Municipal no dia 20/06.

ler mais…

RJ: Homenagem a Alípio de Freitas na Universidade Federal Fluminense (UFF)

Redação de AND

No dia 27/06, terça-feira, será realizada uma homenagem ao Alípio de Freitas na Universidade Federal Fluminense (UFF). Alípio foi um histórico dirigente das Ligas Camponesas e combatente internacionalista. O evento ocorrerá durante o II Colóquio Internacional sobre Violência Política no século XX nos Blocos P (sala 308) e O (auditório do PPGH-UFF, 5º andar), com início às 14h. A Faculdade de História da UFF fica no Campus do Gragoatá, bairro de São Domingos, em Niterói (RJ).

Alípio de Freitas. Foto: Alfredo Cunha

ler mais…

RO: Mais camponeses presos por PM em operação “Paz” no Campo


Reproduzimos a pequena nota da Liga dos Camponeses Pobres, denunciando as ilegalidades cometidas pelos fascistas Confúcio de Moura (governador de Rondônia) e Ênedy Dias (comandante geral da PM), contra os camponeses pobres em luta pela terra.


Jaru, 24 de junho de 2017

No dia 2 de junho de 2017, policiais militares da Força Tática da PM prenderam 5 camponeses no acampamento Jhone Santos, em Vilhena. Eles responderão a processo por porte de armas de fogo e munições, sendo que os acampados Grauria Dragmar de Morais Amâncio e Claudeir Ferreira Angil continuam presos até hoje. Eles pertencem a outro acampamento vizinho.

ler mais…

Líder camponês é assassinado após participar de reunião do velho Estado!


Reproduzimos a seguir a nota da Liga dos Camponeses Pobres (LCP), retratando a grave denúncia da morte de mais um camponês em luta pela terra, ocorrida no dia 04 de junho.


Valdenir Juventino Izidoro, liderança camponesa assassinada.


Mais um líder camponês assassinado após participar de reunião do velho Estado

Jaru, 24 de junho de 2017

No dia 04 de junho, o camponês Valdenir Juventino Izidoro, conhecido como Lobó, foi assassinado por pistoleiros, com um tiro a queima roupa, no acampamento próximo da fazenda Trianon, em Rondominas, distrito do município de Ouro Preto D’Oeste. Valdenir participou da reunião com Incra, Terra Legal, Ouvidoria Agrária Nacional e outros órgãos do velho Estado, em Porto Velho, nos dias 10, 11 e 12 de maio último. Nesta reunião, o Incra se comprometeu a fazer uma vistoria na fazenda Trianon, na semana em que Lobó foi assassinado. É mais um caso que segue o roteiro da morte, tão conhecido de camponeses que lutam pelo sagrado direito à terra. Inúmeras lideranças já foram assassinadas após reuniões com o velho Estado, onde foram identificadas por latifundiários, pistoleiros e policiais assassinos.

ler mais…

RJ: Manifestação exige “Liberdade para Rafael Braga!”

Ato realizado em frente ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Foto: Ellan Lustosa

No último dia 22 de junho foi realizado nas ruas do Centro do Rio um vigoroso ato exigindo a liberdade de Rafael Braga. O mesmo encontra-se novamente preso desde o dia 20 de junho de 2016. Sua prisão criminosa se deu quando foi abordado na padaria pelos policiais da famigerada UPP (Unidade de Polícia “Pacificadora”) da Vila Cruzeiro, Rio de Janeiro, acusado de portar drogas e estar envolvido com o tráfico local. Sendo as drogas forjadas pela polícia e seu envolvimento com o tráfico local mentiroso, pois Rafael foi coagido sob pressão de ser violentado sexualmente para confessar que apoiava o tráfico.

ler mais…

O pacotaço agrário do gerenciamento Temer

Vinicius Alves

A classe dos latifundiários por meio de sua bancada parlamentar, presente nas diferentes siglas do Partido Único, está em plena ofensiva contra os parcos direitos existentes da população do campo e da cidade. Um conjunto de “Medidas Provisórias” (MPs), “Projetos de Leis” (PLs), “Propostas de Emendas Constitucionais” (PECs), “Projetos de Decretos Legislativos” (PDLs) – ou seja, pacotaços antipovo – busca retirar ou limitar os direitos sobre as terras e territórios de camponeses, indígenas e quilombolas.

ler mais…

Luta dos Povos Indígenas – 2ª quinzena de junho

Povo Pankaduru Foto: Apib

 

PE: Pankararu ameaçados de despejo

Com informações da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil – APIB

Os Pankararu que ocupam as terras das fazendas Angico I e Angico II, que incidem sobre a Terra Indígena Pankararu, em Petrolândia, estão ameaçados de sofrerem um despejo iminente.

ler mais…

Página 5 de 85« Primeira...34567...102030...Última »

Edição atual

Matérias Especiais de AND Sobre Pau D’Arco

50 anos do Levante Camponês de Naxalbari (Índia)

Assine

Edições Seara Vermelha