A agonia do capitalismo burocrático

 

Fausto Arruda

A prevalência quase inalterada do oportunismo e do revisionismo, expressos em linhas direitistas e ilusões reformistas, na direção do Partido Comunista do Brasil — e que foi a principal causa de ter frustradas, até os dias de hoje, todas as oportunidades de realização da revolução democrática no Brasil — condenou nosso país aos grilhões da semicolonialidade e semifeudalidade. A inapetência das classes dominantes locais, deitadas no “berço esplêndido” dessa base anacrônica, usufruindo o gozo da Casa-Grande, serviu para que o imperialismo — capitalismo monopolista, parasitário, em decomposição e agonizante — engendrasse no nosso país de capitalismo tardio, um capitalismo atrasado, de tipo burocrático, como plataforma para a sangria das riquezas da nação e exploração sem limites do povo, enquanto propiciou às classes dominantes locais amealhar rendosas comissões, próprias dos serviçais.

ler mais…

Editorial: A bazófia de Temer

Liga Operária e outras organizações revolucionárias participam do ato da Greve Geral em Belo Horizonte. 30/06/2017 Foto: Eduardo Magrão/AND

Editorial, AND nº 191

As classes dominantes brasileiras já produziram um sem número de políticos fanfarrões tipo Jânio Quadros, Collor de Melo, Paulo Maluf e Luiz Inácio.  Todos usaram e abusaram da presunção e do exibicionismo para enganar as massas as quais distinguiram os mesmos com o epíteto de cara de pau.

ler mais…

PA: População tomou as ruas na greve geral do dia 30!

Com informações do Comitê de Apoio ao AND – Belém 

Na manhã do último dia 30 de junho, aproximadamente dez mil pessoas marcharam pelas ruas de Belém durante Greve Geral. O ato, convocado por diversas centrais sindicais da região, contou com a participação de estudantes, sindicalistas e trabalhadores que acompanhados de carros de som gritavam palavras de ordem como “Fora Temer e suas reformas” e “Brasil vai muito mal, a solução é construir Greve Geral”.

ler mais…

RJ: Manifestação denuncia a morte de passageira em trens da SuperVia

Protesto realizado na Central do Brasil- Rio de Janeiro

 

Beatriz Araújo

No dia 29 de junho ocorreu uma manifestação na Central do Brasil, Rio de Janeiro, denunciando a morte de mais uma passageira pelas mãos da SuperVia. A vítima foi Joana Bonifácio.  O protesto além de mencionar o sucateamento da infraestrutura das estações e do próprio transporte, relatou também falta de segurança e além tudo do desrespeito por parte da empresa em cobrar pelos serviços que muito mal são prestados. ler mais…

RO: Camponeses fecham BR 364 na Greve Geral de 30/06

Fechamento da BR 364 – Rondônia

 

Com informações do jornal Resistência Camponesa

No interior do país camponeses se mobilizaram durante a Greve Geral em atos e cortes de rodovias contra as “reformas” do gerenciamento Temer e sua quadrilha.

No início da manhã de 30/06, camponeses e militantes da Liga dos Camponeses Pobres das Áreas Revolucionárias Canaã, Raio de Sol e Renato Natan II bloquearam a BR 364 – rodovia que liga Comodoro, região Oeste de Mato Grosso, a Porto Velho, capital de Rondônia – com uma barricada de pneus em chamas.

ler mais…

MG: Camelôs resistem aos ataques das tropas de repressão do gerente Kalil/PHS

Foto: Alex de Jesus – O tempo

Com informações do Comitê de Apoio ao AND de Belo Horizonte

Na manhã do dia 3 de julho, um grupo de camelôs estava realizando uma manifestação na Praça Sete, centro de Belo Horizonte (MG). A praça ficou fechada pelos manifestantes contra as medidas adotadas pelo gerente municipal de Alexandre Kalil (PHS), que propõe “tirar os camelôs das ruas e os colocar nas lojas dos shoppings populares”.

ler mais…

RJ: Revolta Popular incendeia Greve Geral nas ruas do Centro

Redação de AND

Fotos: Ellan Lustosa/AND

Vídeos: Patrick Granja

No Rio de Janeiro, milhares de pessoas se concentraram na Candelária ocupando grande parte da Avenida Rio Branco, no Centro. A manifestação seguiu para a Central do Brasil pela Avenida Presidente Vargas, onde os trabalhadores de diversas categorias levantaram suas bandeiras, faixas e cartazes com suas reivindicações e contra a gerência Temer.

Um bloco vermelho da Frente Revolucionária de Defesa do Povo (FRDDP), que contou com a participação de militantes do Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR), do Movimento Feminino Popular (MFP) e da Unidade Vermelha, destacava-se na frente do ato com uma faixa com a palavra de ordem Eleição não! Revolução sim! A Liga Operária fez a distribuição de milhares de panfletos conclamando a Greve Geral por tempo indeterminado e contra a traição e conciliação das cúpulas das centrais sindicais pelegas.

ler mais…

MG: Grande manifestação toma as ruas de Belo Horizonte na Greve Geral do dia 30/06

Com informações de do Comitê de Apoio ao AND de Belo Horizonte                                                                                  

Fotos de Eduardo Magrão/AND                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                    

Em Belo Horizonte, milhares de pessoas tomaram as ruas do Centro durante a Greve Geral do dia 30/06 em uma grande manifestação contra as “reformas” trabalhista e previdenciária do gerenciamento Temer. O ato ocorreu às 9h da manhã no Centro da capital mineira e contou com a participação de várias categorias que paralisaram suas atividades. 

Um bloco combativo e classista composto pela Liga Operária, Luta Popular e Sindical (LPS), Sindicato dos Trabalhadores da Construção de Belo Horizonte e Região (Marreta), Movimento Classista dos Trabalhadores em Educação (Moclate), Sindicato dos Correios, Sindicato dos Empregados em Empresas de Serviços de Informática e Similares do Estado de Minas Gerais (Sindados), Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR), UV- LJR, dentre outros movimentos classistas, interviu no ato erguendo alto a consigna contra as “reformas” de Temer e sua quadrilha.

ler mais…

NÃO às “reformas” e à conciliação! Fazer GREVE GERAL por tempo indeterminado para barrar as “reformas”!

A Liga Operária agitando a bandeira da Greve Geral – Ouro Preto, 21 de abril/2017

 

Reproduzimos na íntegra o texto enviado à Redação do Jornal A Nova Democracia pela Liga Operária.

O país está em grande ebulição, todas as classes se movimentam:

As frações e grupos das parasitas classes dominantes, seus agrupamentos políticos e empresariais disputam quem vai controlar os recursos e as decisões do Estado. Esses grupos travam uma feroz luta, disputando o poder de mando desse decadente e genocida Estado burguês-latifundiário, serviçal do imperialismo, principalmente o norte-americano, para tentar se safar da colossal crise econômica e garantir seus interesses mesquinhos.

ler mais…

Página 3 de 8512345...102030...Última »

Edição atual

Matérias Especiais de AND Sobre Pau D’Arco

50 anos do Levante Camponês de Naxalbari (Índia)

Assine

Edições Seara Vermelha