DF: ‘Unir a luta dos povos originários pela defesa dos territórios’

 

No dia 25 de abril Indios tentam entrar no Congresso. Foto:  Jorge Willians

No dia 25 de abril Indios tentam entrar no Congresso. Foto: Jorge Willians

 

Com informações da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib)

Entre os dias 24 e 28/04, ocorreu em Brasília (DF), a 14ª edição do Acampamento Terra Livre (ATL), que reuniu mais de quatro mil indígenas, de cem povos diferentes, de todo o Brasil, consistindo em uma das maiores mobilizações indígenas dos últimos anos.

O ATL contou também com a participação de indígenas da Bolívia, Costa Rica, Equador, Guatemala, Indonésia e Panamá.

O evento foi organizado pela Apib com apoio de organizações indígenas e outras entidades democráticas, sendo composto por uma série de atividades como protestos, debates e atividades culturais.

ler mais…

1º de Maio: Rebeliões populares tomam o mundo no Dia do Internacionalismo Proletário

Paris, França. Foto: Zakaria Abdelkaf/AFP

Da Redação de AND

No Dia do Internacionalismo Proletário, o 1º de Maio, operários, camponeses, estudantes e trabalhadores em geral foram às ruas de diversos países em manifestações classistas, internacionalistas e combativas que rechaçaram duramente o imperialismo e seus “governos” lacaios, o fascismo e toda a reação. Nas jornadas de lutas, as massas e povos oprimidos do mundo conclamaram: ‘Viva o 1º de Maio! Viva a Revolução!’

ler mais…

MA: Gamelas sofrem ataque bárbaro

Homem de etnia Gamela após ataque do latifúndio. Foto: Ana Mendes - Cimi

Homem de etnia Gamela após ataque do latifúndio. Foto: Ana Mendes – Cimi

Com informações do Conselho Indigenista Missionário (Cimi)

A guerra civil reacionária em curso no país, gera mais um banho de sangue das massas do campo, agora contra membros da etnia Gamela no estado do Maranhão.

Na tarde de 30/04, um grupo da etnia Gamela foi barbaramente atacado após uma emboscada feita por pistoleiros a serviço de latifundiários e madeireiros no povoado de Bahias, em Viana (MA).

O ataque criminoso deixou ao menos 13 Gamela feridos, sendo cinco em estado grave, que foram transferidos para o Hospital Socorrão 2, em São Luís. Informações preliminares relatam que dois indígenas tiveram as mãos decepadas a golpes de facão e cinco foram baleados por arma de fogo.

Inaldo Cerejo – uma importante liderança indígena no estado – foi baleado no rosto e nas costas, Aldeli Ribeiro levou dois tiros na coluna, teve as mãos decepadas e os joelhos cortados e seu irmão, José Ribeiro, sofreu um tiro no peito.

ler mais…

MG: Greve Geral bloqueia rodovias em 7 cidades no Norte de Minas

20170428_091000

Corte da rodovia BR-251 no Norte de Minas materializou a união do campo e cidade contra ataques de Temer e quadrilha

Comitê de Apoio de AND – Norte de Minas

20170428_094907No dia 28 de abril, camponeses, operários e trabalhadores de várias categorias como os professores e funcionalismo público no Norte de Minas, foram para as ruas, ou melhor, foram para as rodovias BR 365, 251, 135, MG 122 e 451 e bloquearam com pneus, paus, fogo e muita disposição para lutar contra as “reformas da previdência e trabalhista”, contra o governo vende-pátria e anti-povo de Temer/PMDB/PSDB, sua quadrilha e sua política entreguista e de subjugação nacional. O fogo ardeu nas rodovias de sete cidades: Montes Claros, Bocaiuva, Olhos d´água, Pirapora, Mirabela, Porteirinha e Salinas.

A Liga dos Camponeses Pobres do Norte de Minas e Sul da Bahia, junto à vários sindicatos de trabalhadores rurais, levantou mais uma vez suas bandeiras vermelhas e a consigna de Morte ao Latifúndio e Viva a Revolução Agrária, distribuindo milhares de panfletos, defendendo que a saída para a crise é a Greve Geral e Tomar todas as terras do latifúndio!

ler mais…

RJ: Milhares enfrentam repressão policial durante Greve Geral de 28 de abril

Imagens da manifestação da Greve Geral de 28 de abril de 2017 no Rio de Janeiro. Na ocasião, milhares de trabalhadores grevistas e a Juventude Combatente tomaram as ruas do Centro da cidade e realizaram uma combativa manifestação que terminou com confrontos entre manifestantes e a repressão policial. Em uma só voz, os cariocas deram uma demonstração de repúdio contra as “reformas” de Temer e sua quadrilha, e conclamaram: “Rebelar-se é Justo!”

MG: Greve Geral é marcada por bloqueios de rodovias no campo e milhares nas ruas da capital

IMG_0117

Comitê de Apoio ao AND – Belo Horizonte/MG

IMG_0052Em Belo Horizonte, o ato da Greve Geral aconteceu sob forte chuva, e concentrou milhares de trabalhadores no centro da capital mineira.

Desde a madrugada, os trabalhadores demonstravam muita disposição e por volta das 8 horas da manhã, se dirigiram de várias localidades, rumo à concentração na Praça da Estação e Praça Sete, debaixo de uma forte chuva que não dava trégua.

Por volta das 11 horas, todos se concentraram na Praça Sete e realizaram atos em diversos pontos da praça, que contaram com vários carros de som e blocos de operários, camponeses, indígenas, professores, estudantes e intelectuais honestos.

ler mais…

O absolutismo presidencialista e o governo Trump

Reacionarização: maior poder às Forças Armadas e mais guerras imperialistas. Na foto, bombardeio ianque na Síria, 2015.

Reacionarização: maior poder às Forças Armadas e mais guerras imperialistas. Na foto, bombardeio ianque na Síria, 2015.

Redação de AND, edição nº 187, p. 19

Publicamos a seguir adaptação e resumo deste importante documento publicado pela Associação de Nova Democracia Nuevo Peru (Hamburgo, Alemanha), em março deste ano, analisando o processo de reacionarização do Estado ianque e a correta caracterização do governo Trump. A tradução do artigo na íntegra pode ser lida no blog serviraopovo.wordpress.com, de onde resumimos.

Os monopólios manejam sua ‘democracia’

O Presidente Gonzalo disse que o Estado burguês se desenvolve num processo de reacionarização, então isso é o que deve-se ter em conta, esse processo segue galopante, segue sendo impulsionado.

Entendendo este processo se esclarece as medidas do presidente ou do Executivo, como atualmente – no caso dos Estados Unidos – as medidas que estão sendo ditadas pelo arquirreacionário e genocida presidente Trump, via decretos presidenciais.

No USA se desenvolve absolutismo presidencialista, com o qual se transpassou enorme poder às forças armadas e aos serviços de inteligência do imperialismo ianque, como a CIA etc.

Para entender o processo desta forma de reacionarização – isto é, absolutismo presidencialista, e não fascismo – e o significado destas ações do presidente ianque, é que nos baseamos no que foi dito a respeito pelo Presidente Gonzalo, para centrarmos no caso dos Estados Unidos com acento na troca de governo reacionário.

ler mais…

SP: Revolta popular ataca casa do carrasco do povo Temer!

No dia 28/04, durante as grandes mobilizações nacionais da Greve Geral, 70 mil pessoas lotaram o Largo da Batata, em São Paulo, contras as reacionárias “reformas” da previdência e trabalhista levadas a cabo pelo gerenciamento Temer.

No acesso à residência oficial de Temer, manifestantes não recuaram diante do enorme aparato policial e tentaram seguir com a marcha. Policiais atacaram o protesto com bombas e tiros de bala de borracha.

Cansado de arrocho e opressão, o povo não arredou pé das ruas e enfrentou as tropas de repressão do velho Estado com pedras, paus, fogos de artifício e barricadas, que foram erguidas por todo o Centro. Os maiores bancos do Brasil, que só ano de 2016 lucraram 10 bilhões com a agonia do povo brasileiro, tiveram suas fachadas devastadas pela fúria das massas no rastro da repressão policial.

Página 19 de 85« Primeira...10...1718192021...304050...Última »

Edição atual

Matérias Especiais de AND Sobre Pau D’Arco

50 anos do Levante Camponês de Naxalbari (Índia)

Assine

Edições Seara Vermelha