RO: Apoiador da luta camponesa é assassinado


No dia 29/04, três pessoas foram assassinadas na fazenda Jatobá, na linha 90, Gleba Corumbiara, distrito de São Lourenço, Perímetro Rural de Vilhena, em Rondônia. Os três corpos foram encontrados queimados dentro de uma caminhonete.

Os mortos foram Valdinei Assis da Silva, de 35 anos, Yure Silva, 24 anos, e Geovane Alves de Jesus, de 32 anos.

Segundo informações da LCP de Rondônia e Amazônia Ocidental enviadas à redação de AND, Valdinei Assis da Silva, era apoiador da luta camponesa. Reproduzimos abaixo as informações que nos foram enviadas.


Um dos 3 mortos no dia 29 de abril, na Fazenda Jatobá, Valdinei Assis da Silva, era apoiador do Acampamento Jhone Santos, em Ji-Paraná. Ele cedeu seu sítio para os camponeses recém-chegados de Theobroma montassem um acampamento provisório. Ele, sua esposa e filha frequentavam o Acampamento e emprestou várias ferramentas aos camponeses.

ler mais…

População exige direitos nas ruas

Redação de AND

PA: No dia 18/4, moradores bloquearam com galhos de árvores um trecho da Avenida Tancredo Neves, no bairro da Nova República, em Santarém, em manifestação por melhorias na infraestrutura da região abandonada pelas “autoridades” e que fica completamente alagada quando chove.

ler mais…

Suspeito da chacina de Colniza/MT havia sido denunciado pela LCP em 2016


Recebemos e reproduzimos esta gravíssima denúncia que nos foi remetida pela Comissão Nacional das Ligas dos Camponeses Pobres sobre a chacina cometida contra camponeses pobres em Colniza, no Mato Grosso. O major da Polícia Militar de Rondônia suspeito do crime já havia sido denunciado em fevereiro de 2016 pela própria LCP, por envolvimento em assassinatos de camponeses. Mais informações nas próximas edições de AND. 


Gerência Temer/Meirelles é massacre no campo!

Suspeito dos assassinatos de 09 camponeses em Colniza-MT no dia 19 de abril de 2017 foi denunciado pela Liga dos Camponeses Pobres de Rondônia e Amazônia Ocidental em 04 de fevereiro de 2016.

PISTOLEIRO

Moisés Ferreira de Souza, ex-policial em Rondônia (Foto: Divulgação/Sesp-MT)

Abaixo, matéria do monopólio da imprensa, em 03/05/2017:

Ex-PM é apontado como chefe de pistoleiros que mataram 9 pessoas em MT

Moisés Ferreira de Souza já teve a prisão decretada pela Justiça de Rondônia por roubo. Polícia de MT aguarda a prisão para interrogá-lo sobre chacina, em Colniza.

Por Pollyana Araújo, G1 MT

03/05/2017 – 12h16

E agora, pequeno trecho do boletim escrito pela Liga dos Camponeses Pobres de Rondônia e Amazônia Ocidental em 04 de fevereiro de 2016, publicado por Resistência Camponesa em 11/02/2016, sob o título Bandos armados do latifúndio promovem terror no Vale do Jamari:

ler mais…

RJ: Operação do Bope desperta fúria popular em Cordovil

Ônibus incendiado na Av. Brasil - Foto: Jéssica Sá - TV Globo

Ônibus incendiado na Av. Brasil.  Foto: Jéssica Sá/ TV Globo

A guerra civil reacionária que se abate cotidianamente sobre o povo do Rio contou, na última terça-feira, dia 2 de maio, com mais um episódio. Após operação policial do Bope na Cidade Alta (Cordovil), Zona Norte da cidade, que resultou na morte de pelo menos duas pessoas, nove ônibus e dois caminhões foram incendiados por moradores das favelas da região. Os veículos em chamas interditaram importantes vias expressas da cidade, como a Rodovia Washington Luiz e a Avenida Brasil. Segundo a versão divulgada pela Polícia Militar (PM), havia em Cordovil naquela manhã uma disputa entre facções criminosas pelo controle de territórios destinados à comercialização de drogas. Nas redes sociais, moradores contradisseram tal versão, dizendo que as forças do velho Estado têm perpetrado uma guerra ininterrupta no local, independentemente da ocorrência de conflitos entre traficantes. A convulsão social resultou em 11 veículos incendiados, além do saque a um dos caminhões no qual tomaram parte centenas de pessoas.

ler mais…

PA e RS: Indígenas reivindicam demarcação de terras

Bloqueio Kaingang na BR-386. Foto: Ivan Cesar Cima -Cimi Sul - Equipe Frederico

Bloqueio Kaingang na BR-386. Foto: Ivan Cesar Cima -Cimi Sul – Equipe Frederico

Com informações da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) 

Desde o dia 26/04, os Munduruku interditaram a BR-230, na altura do km 30, onde esta rodovia encontra-se com a BR-163 (Santarém-Cuiabá), no distrito de Miritituba, no município de Itaituba (PA). No dia 30/04, os indígenas fecharam a BR-230, na altura do km 25. A população ribeirinha também se incorporou ao corte de rodovia. 

Os Munduruku bloquearam as rodovias em protesto contra a paralisação da demarcação da Terra Indígena (TI) Sawre Muybu, que está estagnada desde 19 de abril de 2016. Além disso, os indígenas reivindicaram o fim dos projetos de hidrelétricas na região do Tapajós, de concessão das Florestas Nacionais (Flonas) de Itaituba I e II à madeireiras e contra a Medida Provisória 756/2016, que cria a APA do Trairão, que permite a exploração da área por não-índios. A Flona e a APA mencionadas são sobrepostas a TI Sawré Muybu.

ler mais…

Alemanha: Revolucionários marcham no 1º de Maio

18 - alemanha

Milhares de ativistas e militantes revolucionários alemães e turcos se unem para celebrar 1º de Maio.

Redação de AND

Na Alemanha, revolucionários e massas proletárias se lançaram em marchas nas cidades de Hamburgo, Magdeburg e Berlim por ocasião do 1º de Maio, Dia do Internacionalismo Proletário.

19 - alemanha1Na cidade de Hamburgo, a Aliança Contra a Agressão Imperialista (ACAI), como em todos os anos, organizou um combativo bloco vermelho na manifestação do 1º de Maio, contando com 1.500 ativistas e militantes vindos de diversas partes da Alemanha e da Turquia (como a ATIK – Associação dos Trabalhadores Turcos na Europa). O bloco levantou alto a combativa bandeira vermelha do internacionalismo proletário. À frente do bloco uma faixa trazia a consigna: “Proletários de todos os países e povos do mundo, uni-vos!”. Os revolucionários ainda denunciaram no carro de som os crimes imperialistas cometidos no Oriente Médio, especialmente na Síria, Afeganistão, Iraque e em outros países do mundo.

ler mais…

1º de Maio: Trabalhadores e revolucionários agitam a América Latina

Marcha realizada no Equador pela Frente de Defesa dos Direitos do Povo

Marcha realizada no Equador pela Frente de Defesa das Lutas do Povo

Redação de AND

No Dia do Internacionalismo Proletário, o 1º de Maio, operários, camponeses, estudantes e trabalhadores foram às ruas da América Latina em manifestações classistas, internacionalistas e combativas que rechaçaram vigorosamente o imperialismo, seus “governos” lacaios, o fascismo e toda a reação.

No Peru, o Movimento de Trabalhadores Progressistas realizou agitações pela capital (Lima). Em uma movimentada praça da cidade, os ativistas do movimento popular se confrontaram com os revisionistas do Movadef (renegados da guerra popular e do Partido Comunista do Peru – PCP) que realizavam uma panfletagem no mesmo local.

O Movimento Popular Peru (Comitê de Reorganização) publicou um panfleto distribuído na ocasião para mostrar o trabalho de frente desempenhado pelo PCP nas cidades.

ler mais…

MS: Forças policiais invadem terra indígena

unnamed (7)

Operação de guerra contra povo indígena no MS

Com informações da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib)

No dia 26/04, novamente o velho Estado mobilizou seu aparato repressor contra os Guarani e Kaiowá no Mato Grosso do Sul. Neste dia foi deflagrada a Operação “Caarapó I” que visava cumprir 14 mandados de apreensão e busca no tekoha Tey’i Kue, na Terra Indígena Dourados Amambai-Peguá I, em Caarapó.

A operação contou com a participação de mais de 200 homens, entre policiais civis e militares, bombeiros e soldados do Exército, além de empregar helicóptero, caminhonetes e cavalaria.

ler mais…

PR: Bloco vermelho na Greve Geral em Curitiba

Bloco vermelho e combativo da UV-LJR e FRDDP unificou a juventude combatente. Curitiba, 28 de abril.

Bloco vermelho e combativo da UV-LJR e FRDDP unificou a juventude combatente. Curitiba, 28 de abril.

Comitê de Apoio ao AND de Curitiba

unnamed (6)No dia 28/04 militantes e ativistas da UV, da Frente Revolucionária de Defesa dos Direitos do Povo (FRDDP) e outras organizações revolucionárias participaram em Curitiba da manifestação contras as reformas antipovo e vende-pátria de Temer e pela Greve Geral.

Com faixas da FRDDP defendendo a Revolução Agrária e em Defesa da Vida e Saúde do Presidente Gonzalo percorreram as principais ruas do centro da cidade. Durante todo trajeto foram acompanhados pela tropa da Policia Militar e também por bate paus da CUT e sindicatos pelegos, fazendo coro com a reação chegaram a usar o carro de som para pedir que retirassem a cobertura do rosto.

ler mais…

RJ: Mobilização contra “reformas” reacionárias de Temer agita Teresópolis durante Greve Geral

Comitê de Apoio ao AND – Teresópolis/RJ

unnamed (1)O Comitê Municipal de Lutas Contra as “Reformas” antipovo, a trabalhista e a da previdência, participou ativamente no dia 28/04, da paralisação com todas as agências bancarias fechadas e apenas 10% da frota de ônibus funcionando.

As manifestações foram vigorosas também contra o gerenciamento municipal de Mario Ticano e a população de Teresópolis rechaçou toda a roubalheira e as “reformas” reacionárias com palavras de ordem “FORA TEMER” e Abaixo a farsa das reformas trabalhista e da previdência!

Página 18 de 85« Primeira...10...1617181920...304050...Última »

Edição atual

Matérias Especiais de AND Sobre Pau D’Arco

50 anos do Levante Camponês de Naxalbari (Índia)

Assine

Edições Seara Vermelha