Militante Kakarala Padma, sequestrada pelo Estado indiano


Reproduzimos grave denúncia enviada a nossa redação pelo CEBRASPO (Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos), do sequestro da militante revolucionária Kakarala Padma pelo velho Estado indiano.


Traduzimos uma nota, do blog Dazibao Rojo, que denuncia a prisão de uma militante indiana. O CEBRASPO vem denunciando em suas notas o fato dos agentes do estado indiano executarem militantes sem que esses tenham direito a defesa e sejam julgados diante o Tribunal de Justiça do país. Comumente os assassinatos são justificados como sendo frutos de confrontos, caracterizados pelas entidades democráticas do país como “falsos encontros”. O Centro Brasileiro de Solidariedade denuncia esse ocorrido e exige do Estado indiano que apresente com vida a militante Kakarala Padma!

Índia: Sequestram a camarada Kakarala Padma. Sua vida corre perigo!

“Nova Delhi, 04.07.17
Segundo fontes da imprensa indiana, a camarada Kakarala Padma, que se encontrava na clandestinidade desde 2012, foi detida por agentes repressivos da Oficina Estatal de Inteligencia de Andhra Pradesh (SIB) próximo a Sennimalai no distrito de Erode.
Seu marido que também é um preso político, o camarada Vivek, qualificou como ilegal sua prisão e manifestou seu temor de que ela seja submetida a tortura e inclusive de que seja assassinada em um falso confronto. Exigiu que ela seja apresentada ao  tribunal ainda que as fontes repressivas tenham se negado a confirmar sua detenção.
Ainda nessa linha o escritor e poeta revolucionário, Varavara Rao, presidente da Frente Revolucionaria Democrática, denunciou que a camarada Padma foi arrastada por um agente SIB Andhra e os “Greyhounds”  em Erode enquanto regressava de Ernakulam no Chennai Express. “Há uma ameaça para sua vida. Deve ser apresentada diante de um tribunal de justiça imediatamente “, afirmou Rao. “