11219409_826736937395976_6688929947364718069_n

“Durante a Segunda Guerra Mundial, a então União Soviética mostrou toda sua força e poder de combate e resistência. Sob a liderança do marechal Stalin, o Exército Vermelho e os grupamentos de guerrilha que atuavam atrás das linhas alemãs expulsaram o nazismo de sua pátria num grande esforço de guerra junto com toda a população soviética, e empurraram as hordas nazistas até o seu ninho, determinando o fim do segundo grande conflito imperialista, conforme a Ata de Capitulação Militar (sem condições) diante do Alto Comando do Exército Vermelho e do Alto Comando das forças expedicionárias aliadas, firmada em 8 de maio de 1945, em Berlim.

O Governo da União Soviética, durante toda guerra, não descuidou das artes, intensificando sua presença, inclusive nas frentes de combate. Esta experiência rende atos heróicos por parte de artistas e espectadores, assim como evidenciou uma forma de teatro que foi fruto das condições materiais da situação de guerra.”

Confira o artigo publicado no jornal A Nova Democracia nº 4, novembro de 2002:
http://www.anovademocracia.com.br/no-4/1317-o-teatro-sovietico-durante-a-invasao-nazista