Chile: Greve mineira confronta repressão

Operários gritam palavras de ordem contra a repressão. Retirado do Periódico El Pueblo (Chile)

Operários gritam palavras de ordem contra a repressão. Retirado do Periódico El Pueblo (Chile)

Redação de AND

Operários mineiros realizaram combativo protesto e confrontaram decididamente a repressão no acesso sul de Antofagasta, região ao norte do Chile. Ali se desenvolve uma greve contra o corte no salário e de benefícios impostos pela mineradora Escondida, que possui o monopólio da extração de cobre na região.

Neste 1º de março, os trabalhadores, em greve desde 9 de fevereiro, enfrentaram um grande contingente de tropas especiais da polícia, que investiu contra os grevistas com carros blindados. Três operários foram agredidos pela polícia e sofreram lesões.

A mineradora Escondida pertence majoritariamente à BHP Billiton (monopólio de capital australiano), responsável pelo crime lesa-pátria em Mariana (Minas Gerais), quando do rompimento da barragem do Fundão, no distrito de Bento Rodrigues. Enquanto suga o suor e sangue dos operários também no Chile, seu crime no Brasil segue impune pela cumplicidade do poder judiciário.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.