RO: Ameaças e agressões da polícia militar de Confúcio e Ênedy


Reproduzimos dois comunicados emitidos pela Liga dos Camponeses Pobres (LCP) de Rondônia e Amazônia Ocidental denunciando as agressões covardes e ameaças de despejo da PM de Confúcio Moura e Ênedy Dias de Araújo contra os camponeses. Mais notícias serão veiculados neste mesmo Blog da Redação ou na edição nº 185 de AND.


Polícia de Confúcio e Ênedy agride jovem da Área Monte Verde

Camponeses da Área Monte Verde denunciam mais uma ação violenta da polícia militar. No dia 13 de fevereiro de 2017, policiais de um grupamento especial da PM, em 2 viaturas e uma caminhonete Hilux branca sem identificação, entraram na área, alegando estarem fazendo um levantamento pro Incra. Eles humilharam uma família e agrediram um jovem menor de idade.

Os policiais passaram em alguns lotes fazendo várias perguntas aos camponeses, como o que eles têm de produções, construções, móveis de casa, se a água é de poço ou de mina, se têm energia, etc. Trabalhadores informaram que os policiais estavam anotando em papéis timbrados do Incra. No 4º lote que eles abordaram, de um camponês que estava na cidade, os policiais já chegaram de forma agressiva. Perguntaram há quanto tempo estavam na área, a camponesa disse que fazia pouco mais de 1 ano. O filho corrigiu sua mãe, falando que fazia 2 anos e foi humilhado por um policial, que disse: “Deixa de ser mentiroso, há 2 anos eu vim aqui e era tudo mata!” Quando o estudante quis explicar, o policial continuou com as agressões: “Cala boca, seu merda!” O jovem, que estava com a mochila nas costas pra ir pra escola, foi se defender, perguntando por que o policial o estava humilhando daquela forma e 5 policiais foram para cima dele, deram um tapa no pescoço, jogaram-no no chão, pisaram nele, algemaram-no, colocaram-no no camburão. Reviraram a mochila do rapaz, pegaram seu celular e dinheiro, levaram-no para a delegacia de Monte Negro, acompanhado de sua mãe. No registro da operação criminosa, os policiais disseram que o jovem os desacataram e que eles foram obrigados a usar a força.

Read More

MG: Unidade Vermelha agita AND em BH após vitorioso encontro

bh8

Ativistas da UV-LJR agitam com brigada de AND em Belo Horizonte

Comitê de Apoio ao AND – Belo Horizonte e região Metropolitana

bh10Na tarde de 17 de fevereiro (sexta-feira), apoiadores de AND em Belo Horizonte realizaram exitosa brigada na Praça da Estação, em frente a entrada do metrô.

bhA brigada foi realizada com muita determinação contando com a participação dos combativos jovens da Unidade Vermelha (UV – LJR), após a realização do 1º encontro da UV em Belo Horizonte, no último domingo (12). Durante este vitorioso encontro os jovens militantes assumiram empalmar a importante tarefa de divulgar e apoiar o jornal A Nova Democracia, por compreender o papel destacado desse instrumento de propaganda da Revolução de Nova Democracia.

Read More

SP: Operários e camponeses erguem barricada por melhoria de estradas e resistem à repressão

protesto operário e camponesComitê de Apoio ao AND – Campinas/SP

Operários moradores da ocupação Monte Verde e camponeses do assentamento Milton Santos, em Americana-SP (90 km de São Paulo) fizeram um protesto para cobrarem reparos nas estradas da região.

Os operários e camponeses residentes na região atearam fogo em pneus e ergueram uma barricada na estrada. A PM, ao chegar no local, desatou violenta repressão, atirando balas de borracha e bombas de “efeito moral” contra a população. Vários moradores foram agredidos.

A manifestação se deu na Estrada Municipal Ivo Macris, na manhã de segunda feira (13/02) e reuniu cerca de 150 pessoas.

Segundo os moradores, as más condições das estradas atrapalham a produção do assentamento, além da falta de segurança.

Apesar da repressão, os moradores não se deixaram intimidar e reagiram com pedras e paus. Como resultado do confronto, 2 policiais e 12 manifestantes ficaram feridos. Um advogado popular foi covardemente agredido pela polícia e detido.

Afeganistão: Resistência nacional ataca Suprema Corte em Cabul

Redação de AND

Um novo ataque foi empreendido pela resistência nacional, através de um “homem-bomba”, desta vez próximo a Suprema Corte de Cabul, neste 7 de fevereiro. Até o momento nenhum grupo assumiu a autoria, embora indícios apontem ao Talibã. Ao todo, 20 acabaram mortos e 48 ficaram feridos.

19 de agosto de 2011: caminhões logísticos do USA/ONU são alvos da resistência nacional na fronteira com Paquistão.

19 de agosto de 2011: caminhões logísticos do USA/ONU são alvos da resistência nacional na fronteira com Paquistão; imperialismo ianque sofre derrotas após derrotas no Afeganistão.

O prédio da Suprema Corte é altamente vigiado e um símbolo de força do velho Estado afegão, hoje submetido ao onímodo domínio semicolonial do imperialismo ianque. O ataque exitoso consiste uma importante derrota moral para as forças semicoloniais “afegãs” e seus amos ianques.

O país, desde a invasão do USA em 2001, vive uma guerra entre os invasores ianques e seus lacaios versus a resistência nacional, composta por todas as classes e grupos que se opõem ao ocupante imperialista. O Talibã tem assumido a postura mais consequente neste sentido. É neste contexto que se desenvolve o presente fato.

Read More

PR: brigadistas agitam imprensa popular e democrática em São José dos Pinhais

cupr1

Redação de AND, com informações do Comitê de Apoio de São José dos Pinhais/PR

No dia 17, em São José dos Pinhais, Paraná, apoiadores de AND e militantes da Unidade Vermelha realizaram uma vibrante brigada de divulgação e vendas. Os apoiadores se reuniram na manhã daquele sábado na localidade do calçadão da rua XV, área central do município. Foram vendidos 15 jornais e distribuídos mais de 50 exemplares de edições anteriores em apenas 1 hora de atividade.

cuprA propaganda foi intensificada com o uso de um megafone e de um banner de propaganda de AND, alcançando centenas de trabalhadores que circulavam na movimentada região. A receptividade foi muito boa e foi unânime a constatação do descrédito popular em relação à farsa eleitoral.

A brigada foi realizada paralelamente à uma manifestação organizada pelas escolas ocupadas no município, que também contou com o acompanhamento e cobertura do Comitê de Apoio local. O Comitê de Apoio de São José dos Pinhais organizou ainda a divulgação do jornal em uma assembleia estudantil ocorrida neste último mês de 2016.

Grécia: Juventude golpeia a reação

22bAND nº 182; com informações de Secours Rouge

Um violento protesto em homenagem a Alexis Grigoropoulos, jovem covardemente assassinado pela polícia em 2008, ocorreu em Atenas, capital da Grécia, neste 6 de dezembro.

Em resposta àquele assassinato e em memória do jovem, toda a juventude combatente grega tomou as ruas e enfrentou a repressão policial com pedras, paus e coquetéis molotov, incendiando suas viaturas no bairro onde foi assassinado o jovem há 8 anos. Durante o protesto, duas estações do metrô foram fechadas.

O protesto expressa o justo ato de ódio, particularmente da juventude, à opressão que assola o povo e a nação grega, semicolônia atolada em grave crise geral e submissa ao saque imperialista; cenas que se repetem por todo o mundo.

RO: camponês torturado em delegacia após operação contra LCP

costasNo dia 14/12, a Polícia Civil com o apoio da Polícia Militar realizou a operação “nuvem de gafanhoto” com o objetivo de “combater” uma “organização criminosa” que atuaria na região do Vale do Guaporé “invadindo” terras, no estado de Rondônia. O judiciário expediu nove mandados de prisão e dez de apreensão, resultando em dez prisões, sendo nove em Seringueiras e uma em Ji-Paraná.

campones-sangueCamponeses pertencentes ao Acampamento Enilson Ribeiro, em Seringueiras, foram presos arbitrariamente, sendo encaminhados para a delegacia da polícia civil em São Miguel do Guaporé. Os camponeses estariam sendo acusados de “danificar” a Fazenda Bom Futuro. O número de presos não foi informado.

Em denúncia enviada pela ABRAPO a redação de AND, um dos camponeses do Acampamento Enilson Ribeiro liberado no dia seguinte às prisões apresentava escoriações pelo corpo, sinais claros de que foi torturado barbaramente pelos policiais dentro da delegacia. (foto)

Os órgãos do velho Estado, a serviço do latifúndio, intentam com esta operação criminalizar e reprimir a Liga dos Camponeses Pobres (LCP) e, com isso, barrar o avanço da luta pela terra no estado, tendo em vista que a maioria dos detidos são ativistas desse movimento camponês.

RJ: Ato Político-Cultural celebra 50 anos da GRCP

massas-costas

Centenas de camponeses, operários, estudantes, trabalhadores e ativistas do Brasil e de todo o mundo assistiram ao grande Ato Político-Cultural. Foto: Ellan Lustosa/AND

O dia 14 de outubro de 2016 ficará marcado como uma data histórica nas páginas da luta do proletariado revolucionário. Depois de décadas de combate à dispersão do movimento comunista internacional e de ofensiva contrarrevolucionária de caráter geral e convergente do imperialismo com o revisionismo, centenas de ativistas democráticos e revolucionários do Brasil e de dezenas de outros países se reuniram no Rio de Janeiro

Um Ato Político-Cultural grandioso que contou com a presença de centenas de massas camponesas de áreas revolucionárias de todo o país, operários, estudantes, professores, ativistas de movimentos populares, revolucionários e democráticos.

Read More

GO: mobilizações repudiam ataques de Temer

Comitê de Apoio ao AND – Goiânia/GO

go1

Massiva manifestação repudia ataques de Temer. Na foto, jovem mostra cartaz rechaçando a UNE oportunista.

Em 18 de outubro foi realizado o 1º ato no município de Águas Lindas de Goiás após a ocupação [ler Ocupações em defesa da educação pública – o exemplo do IFG de Águas Lindas]. A manifestação foi sistematizada pelos estudantes secundaristas do IFG, e contou com a participação de servidores da instituição e também da comunidade ao redor, totalizando uma centena de pessoas. Teve início às 11h e durou até às 13h.

O trajeto foi realizado até o Supermercado Tatico, onde discentes e servidores fizeram uma alocução direcionada à população, para esclarecer a razão da ocupação do Instituto e do ato, e para mostrar o posicionamento dos estudantes e servidores quanto ao Projeto de Emenda Constitucional 241, que prevê um teto de gastos para os próximos 20 anos, congelando investimentos na educação, saúde, saneamento etc.

Read More

Berlim: liberdade para Georges Ibrahim Abdallah!

georj-abdallah-2016-berlinGeorges Abdallah é militante comunista árabe, combatente pela luta de libertação nacional da Palestina e se encontra preso nos cárceres do Estado francês há 31 anos, condenado à prisão perpétua por “cumplicidade” e atos de resistência reivindicados pelas Frações Armadas Revolucionárias libanesas contra a invasão sionista. Apesar das libertações pronunciadas pelo Tribunal Judicial de Execução de Sentenças, George Abdallah continua preso na França por medida cautelar exigida pelo governo do USA.

Uma semana de ação internacional entre os dias 15 a 22 de outubro foi convocada e realizada pela libertação de Georges Abdallah, militante comunista árabe e lutador pela libertação da Palestina, preso por ordem do imperialismo ianque, na França.

Liberdade para Georges Ibrahim Abdallah!

Manifestação de solidariedade a Georges Abdallah

Sábado, 22 de outubro de 2016.
Às 13h30min
Pariser Platz 1, 10117; Berlim.

Comitê Democrático da Palestina