228 anos da heroica Conjuração Mineira

Pintura, Prisão de Tiradentes, por Antônio Diogo da Silva Parreiras

Pintura “Prisão de Tiradentes”, por Antônio Diogo da Silva Parreiras

Adaptado de matéria publicada em AND nº 168 (2016)

 

Neste 21 de abril completaram-se 227 anos da heroica Conjuração Mineira de 1789. O movimento de caráter popular-revolucionário com o propósito de libertar o Brasil do jugo colonial teve como líder inconteste Joaquim José da Silva Xavier, o alferes Tiradentes.

A Conjuração Mineira foi uma das primeiras elaborações autênticas do pensamento e da ação do povo brasileiro, o que fica expresso em seu Programa de Governo, elaborado pelos conjurados, que propunha: a independência nacional; liberdade para o povo se instruir e divulgar suas ideias, produzir e comercializar segundo suas necessidades; o estabelecimento de uma República Federativa; o fim da opressão e a passagem às mãos do Estado dos postos de mando da economia nacional; o desenvolvimento do progresso e da cultura; a industrialização do país; o direito da população se armar e defender seu país, além de garantias econômicas e sociais.

Read More

Brexit: Tensão paira sobre os céus imperialistas

Jailson de Souza, AND nº 187, p. 20

Em 29 de março, representantes do Reino Unido apresentaram ao parlamento da União Europeia o pedido oficial de saída – o Brexit – e iniciou-se o processo de negociações dos termos do rompimento, que só se efetivará concretamente daqui a dois anos.

Logo na ocasião da apresentação, o plenário se converteu num antro de acusações e baixaria que representam, em palavras, a encarniçada pugna política e econômica entre as potências imperialistas da região.

O representante do imperialismo inglês no parlamento europeu, Nigel Farage, foi à ofensiva nas declarações, buscando pressionar para conseguir melhores posições para negociar a saída do bloco. “Estão agindo [a UE] como a máfia. Acham que somos reféns, mas não somos. Somos livres para ir embora”, disse ante os “eurodeputados” que debatiam em Estrasburgo (noroeste da França) as contrapartidas para o rompimento.

O italiano Antonio Tajani, presidente do dito parlamento, aos berros de protesto dos presentes, declarou ser “inaceitável” a afirmação de Farage.

Implicações na ‘geopolítica’

O Brexit é o rompimento do Reino Unido com o projeto da União Europeia, que está sob direção política da Alemanha (hegemonia financeira por meio dos bancos) e, portanto, servindo aos seus interesses por ampliar sua influência e disputar a hegemonia mundial com o imperialismo ianque.

Read More

AND em inglês e espanhol!

A Redação do Jornal A Nova Democracia informa que as principais matérias de cada edição estarão oficialmente traduzidas nas línguas inglês e espanhol e disponíveis no site de AND (anovademocracia.com.br). Para acessá-las, basta clicar no respectivo atalho que está agora localizado no cabeçalho do site.

Com isso, esperamos servir mais e melhor na nossa irredutível tarefa de fornecer a análise científica da situação no Brasil e no mundo, com a ótica democrático-revolucionária, aos nossos leitores no estrangeiro.

“Exigimos Justiça!” – Mães fazem manifestação contra genocídio no RJ

Fotos: Ellan Lustosa / A Nova Democracia

Da Redação de AND

Na manhã desta quarta-feira, 19 de abril, mães e familiares de jovens assassinados pela polícia realizaram uma manifestação em frente ao Ministério Público do Rio de Janeiro, no Centro da cidade, em repúdio à violência do Estado nas favelas e bairros pobres, que, desde o início de 2017, tem crescido enormemente.

O fotógrafo de AND, Ellan Lustosa esteve presente e registrou o ato, que também contou com a participação de ativistas do movimento popular que denunciam o genocídio policial e a guerra civil reacionária promovida pelas classes dominantes contra a juventude pobre, negra e todo o povo pobre.

Read More

Avançam as lutas pelo acesso à terra e território

lcpro4-768x432

Camponeses organizados pela LCP marcham com movimentos e entidades democráticas em Jaru, 10 de fevereiro.

Vinicius Alves

No dia 17 de abril, em Brasília (DF), a Comissão Pastoral da Terra (CPT) lançou o relatório ‘Conflitos no Campo – Brasil 2016’, que traz um panorama da questão agrária do país.

O documento foi divulgado nesta data, para relembrar o bárbaro crime praticado pela Polícia Militar do estado do Pará, que assassinou 21 camponeses no município de Eldorado dos Carajás, em 1996.

Ainda que os dados sejam subestimados, pois muitos casos de conflitos agrários são tratados como casos de polícia e não são notificados a entidades como a CPT, o relatório permite traçar um breve panorama da luta de classes no campo e, principalmente, da luta camponesa.

Read More

Faleceu o veterano dirigente maoísta indiano Narayan Sanyal

maoist1

Narayan Sanyal, veterano dirigente maoísta, faleceu neste mês de abril

Redação de AND, com informações de Dazibao Rojo

O monopólio da imprensa indiana informou hoje, 18 de abril, o falecimento, aos 80 anos, do veterano e histórico dirigente maoísta Narayan Sanyal, vitimado por uma enfermidade terminal. Ele faleceu em um hospital de Calcutá.

O camarada Narayan Sanyal se uniu ao Partido Comunista da Índia (Marxista-Leninista) então dirigido pelo histórico dirigente comunista indiano Charu Mazumdar nos anos 60, e desde então permaneceu nas fileiras maoístas. Narayan foi um dos artífices da unificação dos maoístas no atual Partido Comunista da Índia (Maoísta), do qual foi dirigente membro do Birô Político até sua detenção em 2005.

A Revolução Indiana e o Partido Comunista

maoistO caminho que tomou a Revolução na Índia, ao longo de sua trajetória, comprova a seguinte verdade: “O caminho é sinuoso, mas as perspectivas são brilhantes!”.

O primeiro marco da Revolução Democrática indiana se dá em 1967, quando o campesinato se sublevou violentamente contra a máquina burocrático-militar do velho Estado indiano, aspirando ao Poder Político – fato conhecido internacionalmente como Levante de Naxalbari, que completa 50 anos neste ano.

O nome Naxalbari é uma referência à aldeia onde ocorreu o levante camponês empreendido pelo Grupo Guerrilheiro do Povo, dirigido pelo Partido Comunista da Índia (Marxista-Leninista), sob a chefatura do grande dirigente comunista Charu Mazumdar.

Read More

Propagandas maoístas tomam as ruas da América Latina

Partidos e organizações maoístas do Equador, México, Colômbia e Bolívia promoveram, nesta última quinzena, ações em campanhas pela libertação de presos políticos democráticos e revolucionários e de boicote à farsa eleitoral. Citamos a seguir.

no-votar-pce-sr-2017No Equador, o Partido Comunista do Equador – Sol Vermelho (PCE-SV) desenvolveu uma importante campanha de boicote à farsa eleitoral durante sua realização.

A farsa, da qual saiu “vencedor” o candidato governista-oportunista Lenin Moreno (Alianza País), contou com 17% de abstenções e outros 6% de votos nulos, somando quase 3 milhões de pessoas que boicotaram o processo num país com pouco mais de 10 milhões de habitantes.

Sobre a campanha, o PCE-SR emitiu pronunciamento intitulado Arrematar a campanha por não votar, preparar a Guerra Popular!

Segundo o pronunciamento, foram realizadas “centenas de pichações em todo o país, milhares de volantes, cartazes, palestras em comunidades camponesas, desmascaramento da patranha eletiva e de seus apologistas no seio do povo e várias outras ações”.

Read More

Guerra civil reacionária: camponeses emboscados em Capitão Enéias (MG)


Publicamos a seguir nota produzida pela Redação de AND, publicada na edição impressa nº 187, e em anexo reproduzimos o comunicado da Liga dos Camponeses Pobres (LCP) do Norte de Minas e Sul da Bahia sobre o assunto.


Na manhã de 09/04, em Capitão Enéias (MG), cerca de 300 camponeses do Acampamento Alvimar Ribeiro, vinculado ao MST, foram emboscados e atacados por pistoleiros fortemente armados, quando se dirigiam a uma reunião na sede da fazenda Norte América, reivindicada pelos acampados.

Conforme os camponeses, o ataque se iniciou ao se aproximarem da entrada da fazenda, contando com a participação de Leonardo Andrade, o dono do latifúndio, e de 10 pistoleiros, que efetuaram disparos contra homens e mulheres – incluindo mulheres grávidas –, crianças e idosos. A ação criminosa resultou em 7 feridos, dos quais 3 foram hospitalizados: Fabrício Alvins Lima, de 31 anos, baleado na barriga, Vildomar Oliveira Gomes, de 31, baleado no pescoço, e Géssica Thais Gonçalves Freitas, de 24, baleada na perna. Além disso, uma criança de 10 anos sofreu com um tiro de raspão no rosto. Nenhum dos feridos corre o risco de morte.

Read More

MG: Camponeses celebram Dia dos Heróis do Povo Brasileiro

pedras de Maria Cruz 9abril

Camponeses estudaram documento da FRDDP sobre o 9 de Abril e celebraram a saga heroica dos melhores filhos do povo brasileiro caídos na luta

Relato enviado pela Liga dos Camponeses Pobres (LCP) do Norte de Minas e Sul da Bahia

pedras de maria cruzNa área Cleomar Rodrigues, em Pedras de Maria da Cruz, o núcleo do MFP realizou estudo do material da FRDDP em saudação e homenagem aos filhos e filhas do povo brasileiro, que ao longo da história da luta de classes em nosso país tem vertido seu sangue e forjado seus verdadeiros heróis em duras batalhas contra o latifúndio, a burguesia e o imperialismo. O MFP e o CDRA organizaram a celebração do dia 9 de abril com a exposição de painel e importante exposição na assembléia da área.

Em Manga foram realizadas exposições nas assembleias das áreas em saudação ao 9 de abril resgatando o heroísmo dos companheiros e companheiras tombados na luta. O núcleo do MFP da área Vanessa, organizou painel em homenagem aos Heróis do Povo Brasileiro e na oportunidade estudou a biografia da companheira Sandra Lima, aprovando a denominação núcleo do MFP – Sandra Lima, levantando mais alto o nome e a dimensão da luta de tão valorosa companheira.  

Leia aqui a íntegra do documento da Frente Revolucionária de Defesa dos Direitos do Povo (FRDDP) em razão do 9 de Abril, Dia dos Heróis do Povo Brasileiro.