LCP e MFP em giro pela Europa

16730588_1728508027461825_8471489115260771337_n Redação de AND

Ativistas da Liga dos Camponeses Pobres (LCP) e do Movimento Feminino Popular (MFP) estão promovendo um giro por vários países da Europa neste mês de fevereiro. As informações são do blog internacionalista Dazibao Rojo.

Veranstaltungen_Brasilien_BRDOs ativistas de ambos os movimentos exporão a situação política no Brasil e no mundo, a luta dos camponeses brasileiros pela conquista da terra e pela destruição do latifúndio e a luta das mulheres para alcançar os mais avançados postos nas frentes de luta do povo brasileiro.

No dia 21 de fevereiro, representante da LCP esteve na Galícia (Estado espanhol) e fez sua exposição sob o tema “A Luta pela Terra no Brasil”. Ainda neste mês, nos dias 23, 24 e 25, representantes da LCP e MFP passarão pela Alemanha nas cidades de Hamburgo, Berlim e Bremen, respectivamente. Em março, nos dias 1 e 2, passarão ainda pelas cidades alemãs de Colônia e Marz, onde, segundo a programação publicada no blog internacionalista Dazibao Rojo, eles encerrarão o giro.

RO: Ameaças e agressões da polícia militar de Confúcio e Ênedy


Reproduzimos dois comunicados emitidos pela Liga dos Camponeses Pobres (LCP) de Rondônia e Amazônia Ocidental denunciando as agressões covardes e ameaças de despejo da PM de Confúcio Moura e Ênedy Dias de Araújo contra os camponeses. Mais notícias serão veiculados neste mesmo Blog da Redação ou na edição nº 185 de AND.


Polícia de Confúcio e Ênedy agride jovem da Área Monte Verde

Camponeses da Área Monte Verde denunciam mais uma ação violenta da polícia militar. No dia 13 de fevereiro de 2017, policiais de um grupamento especial da PM, em 2 viaturas e uma caminhonete Hilux branca sem identificação, entraram na área, alegando estarem fazendo um levantamento pro Incra. Eles humilharam uma família e agrediram um jovem menor de idade.

Os policiais passaram em alguns lotes fazendo várias perguntas aos camponeses, como o que eles têm de produções, construções, móveis de casa, se a água é de poço ou de mina, se têm energia, etc. Trabalhadores informaram que os policiais estavam anotando em papéis timbrados do Incra. No 4º lote que eles abordaram, de um camponês que estava na cidade, os policiais já chegaram de forma agressiva. Perguntaram há quanto tempo estavam na área, a camponesa disse que fazia pouco mais de 1 ano. O filho corrigiu sua mãe, falando que fazia 2 anos e foi humilhado por um policial, que disse: “Deixa de ser mentiroso, há 2 anos eu vim aqui e era tudo mata!” Quando o estudante quis explicar, o policial continuou com as agressões: “Cala boca, seu merda!” O jovem, que estava com a mochila nas costas pra ir pra escola, foi se defender, perguntando por que o policial o estava humilhando daquela forma e 5 policiais foram para cima dele, deram um tapa no pescoço, jogaram-no no chão, pisaram nele, algemaram-no, colocaram-no no camburão. Reviraram a mochila do rapaz, pegaram seu celular e dinheiro, levaram-no para a delegacia de Monte Negro, acompanhado de sua mãe. No registro da operação criminosa, os policiais disseram que o jovem os desacataram e que eles foram obrigados a usar a força.

Read More

RJ: Vigorosa agitação na Central do Brasil

20170221_164351

Comitê de Redação leva 6 mil exemplares de AND para milhares de massas na Central do Brasil. 21 de fevereiro, RJ

Redação de AND

20170221_162122Uma contundente agitação foi realizada na Central do Brasil, principal estação ferroviária do Rio de Janeiro, pelo Comitê de Redação do jornal A Nova Democracia e demais apoiadores, neste 21 de fevereiro. Percorrendo toda a tarde e início da noite, os agitadores de AND distribuíram mais de 6 mil jornais!

Além dos jornais distribuídos, os brigadistas denunciaram os criminosos ataques das gerências Temer a nível nacional e do Pezão a nível estadual, o contínuo genocídio do velho Estado contra as massas empobrecidas nas favelas e contra os camponeses em luta no campo, e agitaram as consignas de Rebelar-se é justo!Preparar a Greve Geral contra os pacotes antipovo e vende-pátria! e Eleição não! Revolução sim!.

As brigadas realizadas pelo Comitê de Redação, fazendo valer o lema “Vida simples, trabalho duro” especificado nas duas tarefas de fazer o jornal e fazer o jornal ser lido, têm impulsionado ainda mais o entusiasmo, ânimo e o otimismo dos companheiros deste comitê para cumprir mais e melhor as tarefas grandiosas da Imprensa Popular e Democrática.

Veja fotos da brigada:

Read More

RJ: Polícia mata e moradores reagem no Complexo da Penha

Guthemberg Pereira de Souza, pedreiro, assassinado após operação na Penha

Guthemberg Pereira de Souza, pedreiro, assassinado após operação na Penha

Redação de AND

A base da genocida “Unidade de Polícia Pacificadora” (UPP) no Morro da Fé e Sereno, no Complexo da Penha, Zona Norte do Rio, foi alvo da justa rebelião dos moradores após o assassinato de um morador de 41 anos, durante uma operação da UPP, neste 20 de fevereiro de 2017.

reação das massas

Ônibus incendiado

O homem identificado como Guthemberg Pereira de Souza, conhecido como “Gutinho”, era operário da construção civil e foi baleado no ombro enquanto estava em um bar. Ele havia acabado de deixar seu filho na creche. Ele foi socorrido no Hospital Getúlio Vargas, mas faleceu. Com sua morte, ficam sós sua esposa e quatro filhos.

Read More

MG: Unidade Vermelha agita AND em BH após vitorioso encontro

bh8

Ativistas da UV-LJR agitam com brigada de AND em Belo Horizonte

Comitê de Apoio ao AND – Belo Horizonte e região Metropolitana

bh10Na tarde de 17 de fevereiro (sexta-feira), apoiadores de AND em Belo Horizonte realizaram exitosa brigada na Praça da Estação, em frente a entrada do metrô.

bhA brigada foi realizada com muita determinação contando com a participação dos combativos jovens da Unidade Vermelha (UV – LJR), após a realização do 1º encontro da UV em Belo Horizonte, no último domingo (12). Durante este vitorioso encontro os jovens militantes assumiram empalmar a importante tarefa de divulgar e apoiar o jornal A Nova Democracia, por compreender o papel destacado desse instrumento de propaganda da Revolução de Nova Democracia.

Read More

RJ: Trabalhadores da Cedae combatem privatização de Temer-Pezão

2017-02-20-174

Juventude combatente dá o tom de combatividade em ato em defesa da Cedae. 20 de fevereiro, RJ.

Redação de AND

Na tarde de hoje (20/02) mais de mil manifestantes, dentre estudantes, professores, servidores tecnico administrativos, bombeiros, policiais civis, e principalmente trabalhadores da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) tomaram a frente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) – antro histórico de inimigos do povo fluminense – contra o criminoso projeto de lei que sacramentou a privatização da Cedae.

A venda da Cedae foi parte do acordo Temer-Pezão: exigência do gerenciamento federal para que um empréstimo de 3,5 bilhões fosse autorizado, sendo parte de seu saque aos estados e municípios e entrega criminosa das empresas ao capital financeiro.

Read More

PR: Brigadas divulgam AND em agitam luta contra o aumento das tarifas

pr1Redação de AND com informações do Comitês de Apoio ao AND – Curitiba/PR

Ativistas da Unidade Vermelha – LJR (Liga da Juventude Revolucionária) promoveram na tarde de 15 de fevereiro uma vitoriosa brigada de vendas do Jornal A Nova Democracia no calçadão de São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

prA atividade contou com a presença de 4 apoiadores que em uma hora e quinze minutos de agitação venderam 17 jornais e distribuíram mais de 70 exemplares de edições anteriores. Durante a brigada as pessoas que passavam foram convidadas a comprar a nova edição de AND e, nos casos em que não dispunham de dinheiro para adquirir o jornal, foram distribuídas edições antigas a fim de que conhecessem a linha editorial. Essa foi uma excelente tática aplicada pelos apoiadores de AND em Pinhais como forma de levantamento de recursos e também de ampla divulgação do jornal.

Read More

FIES e financiamento aos tubarões do ensino privado


Recebemos este importante material produzido e enviado a nós pelo Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR) desmascarando o verdadeiro caráter da menina dos olhos do gerenciamento Lula/Dilma/PT: o FIES, como sendo endividamento estudantil e transferência de rios de dinheiro para os monopólios privados através do velho Estado. Agora, sob a gerência do reacionário Michel Temer a situação do ensino se deteriorará ainda mais.


Inadimplência no FIES desmascara financiamento sem fim dos tubarões do ensino privado

Dados divulgados recentemente indicam inadimplência de mais de metade dos contratos do FIES em fase de pagamento. Este programa do governo federal consiste na compra de vagas em faculdades particulares pelo Estado através do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. De acordo com o contrato, os estudantes têm de começar a quitar as prestações um ano e meio depois de formados, mas não é isto o que tem acontecido.

Os dados apontam que 53% dos 526,6 mil contratos em fase de pagamento estavam atrasados em setembro de 2016. Os números de 2015 já apontavam R$625 milhões em prestações atrasadas. E isto tem acontecido porque os cursos nas faculdades particulares não têm garantido empregos para a grande maioria dos jovens. Ora, o FIES é destinado aos jovens “de baixa renda”, com renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa. Porém, mais da metade das pessoas formadas não estão tendo condições de pagar as mensalidades do financiamento, mesmo com o diploma de Ensino Superior. Isto reflete o tamanho grau que atingiu o desemprego e os baixos salários no país.

Read More

Alemanha: Manifestação vermelha pelas ruas de Berlim

21a

Revolucionários alemães e austríacos marcham com bonés da Liga dos Camponeses Pobres (LCP) em solidariedade e reconhecimento da luta camponesa

AND nº 184, Notas Internacionais, p. 21

Em 15 de janeiro deste ano ocorreu uma importante manifestação denominada Lenin-Liebknecht-Luxemburgo (LLL) em Berlim, capital da Alemanha. Milhares de pessoas, como de costume, se reuniram para marchar em memória dos dirigentes comunistas alemães Rosa Luxemburgo e Karl Liebknecht, fundadores do Partido Comunista da Alemanha.

21b

“Dê-nos uma organização de revolucionários e removeremos a Alemanha de seus alicerces!”

Segundo o site alemão Dem Volke Dienem (“Servir ao Povo”), um bloco vermelho de revolucionários alemães e austríacos interveio ressaltando o heroísmo dos dirigentes comunistas alemães homenageados e, principalmente, a necessidade do cumprimento da tarefa atrasada: reconstituir o Partido Comunista da Alemanha.

O bloco vermelho deu ainda mostras de internacionalismo proletário denunciando os crimes do velho Estado brasileiro contra os camponeses pobres em luta, crimes hediondos praticados em todo o Brasil, mas particularmente em Rondônia. Muitos dos jovens revolucionários marcharam vestidos com bonés da Liga dos Camponeses Pobres (LCP) em solidariedade à exemplar luta dos camponeses brasileiros.

RO: Vigorosa manifestação denuncia os crimes do latifúndio em Jaru

lcpro


Reproduzimos nota emitida pelo Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos (Cebraspo) por ocasião da manifestação realizada em Jaru, Rondônia – conforme noticiada em AND nº 184 e neste mesmo Blog da Redação (RO: Ato Público em Jaru).


O CEBRASPO saúda todas as entidades, movimentos e organizações democráticas e revolucionárias que atenderam nossa convocação em conjunto com a ABRAPO – Associação Brasileira de Advogados do Povo,  e participaram do Ato no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Jaru e da manifestação que percorreu as ruas da cidade, na última sexta feira dia 10 de fevereiro.

Nossa saudação se estende especialmente  aos bravos camponeses e suas famílias pela disposição demonstrada de seguir organizando um número cada vez maior de ocupações e de tomadas de terras do latifúndio. As lideranças que participaram da manifestação e se deslocaram de diversas áreas e localidades do Estado de Rondônia, também realizaram juntamente com a LCP- Liga dos Camponeses Pobres, uma reunião para apresentar uma pauta de exigências ao governo de Rondônia e ao Incra, com prazo para cumprimento. Sob pena de uma mobilização ainda maior, com paralisação de estradas, novas ocupações e ações diversas para exigir seu sagrado direito a terra.

Mais informações em nosso blog: https://cebraspo.blogspot.com.br/2017/02/vigorosa-manifestacao-denuncia-os.html

– Barrar os crimes do latifúndio e os assassinatos no campo.

– Barrar os sequestros, torturas e assassinatos de camponeses.

– Barrar a criminalização da luta camponesa

– Viva a luta operaria e camponesa.